9 Principais Causas da Poluição Industrial

Poluição industrial refere-se à descarga de resíduos e poluentes produzidos por operações industriais no ar, água e terra. Além disso, existe uma conexão entre a poluição industrial e a deterioração do meio ambiente.

Existem grandes causas de poluição industrial e isso resultou em sérios efeitos negativos na vida humana e na saúde, bem como no meio ambiente.

A poluição industrial também pode afetar negativamente a vegetação, prejudicam os animais, perturbam os ecossistemas e diminuem a qualidade de vida. A poluição industrial é causada por grandes indústrias, como usinas de energia, siderúrgicas, instalações de tratamento de esgoto, instalações de aquecimento e fundição de vidro, entre outras empresas de produção, processamento e manufatura.

Eles descarregam poluentes no meio Ambiente como fumaça, efluentes, resíduos de materiais, subprodutos tóxicos, resíduos contaminados e produtos químicos de consumo.

Principais Causas da Poluição Industrial

Aqui está uma lista das principais causas da poluição industrial.

  • Químicos tóxicos
  • Produtos Industriais de Consumo
  • Fluxos de Resíduos Perigosos
  • Emissões de Gases de Efeito Estufa
  • Existem muitas indústrias de pequena escala
  • Esgotamento e Degradação de Recursos Naturais
  • Uso de tecnologias ultrapassadas
  • Fraca institucionalização das medidas de controle da poluição
  • Utilização ineficaz de terrenos industriais Planejamento

1. Químicos tóxicos

As principais causas da poluição industrial são os produtos químicos nocivos empregados pelas empresas no processamento e fabricação. Esses compostos são perigosos tanto para a saúde humana quanto para o meio ambiente e representam um risco de viver uma vida saudável.

Mais de 25 milhões de toneladas de produtos químicos perigosos são produzidos por instalações industriais em todo o mundo como resíduos e poluição relacionados à produção. Quando esses poluentes químicos perigosos são descarregados no meio ambiente, eles causam poluição de muitas maneiras diferentes.

2. Produtos Industriais de Consumo

Um contribuinte significativo para a poluição são os produtos industriais finais feitos para uso humano, incluindo eletrônicos, autopeças, plásticos, metais e utilidades químicas como petróleo, tintas, sprays e solventes de limpeza.

Todos esses produtos industriais eventualmente se tornam obsoletos, e muitos deles acabam em aterros sanitários ou corpos d'água, causando poluição tanto na terra quanto na água. Além disso, esses bens de consumo incluem componentes químicos tóxicos que podem ser prejudiciais à saúde de pessoas, animais e plantas.

3. Fluxos de Resíduos Perigosos

O descarte ineficiente do lixo é frequentemente uma consequência direta causa da água e poluição do solo. A poluição industrial é um problema sério, uma vez que problemas crônicos de saúde são causados ​​pela exposição prolongada a ar poluído e água. Além disso, piora a qualidade do ar nas proximidades, o que contribui para uma variedade de doenças respiratórias.

A maioria das indústrias não processa os fluxos de resíduos perigosos de maneira eficiente. Numerosos produtos químicos que são classificados de acordo com sua reatividade, inflamabilidade, toxicidade e corrosividade estão presentes no fluxo de resíduos industriais.

Devido a isso e à ausência de gestão de resíduos sistemas, o meio ambiente é ocasionalmente exposto a níveis significativos de poluição por resíduos industriais. O lixo gerado é, portanto, sempre um tanto perigoso.

Os fluxos de água, em particular, são gravemente afetados por tais desenvolvimentos. Os fluxos de resíduos perigosos descarregados na água durante um longo período de tempo podem ter sérios efeitos negativos na saúde humana.

4. Emissões de Gases de Efeito Estufa

Devido à sua capacidade de absorver a radiação térmica que provoca aquecimento global e mudança climática, o gás dióxido de carbono (CO2) é bem conhecido como um gás de efeito estufa. Altos níveis de dióxido de carbono são liberados na atmosfera como resultado do uso de energia industrial durante a fabricação, tornando-se uma importante fonte de emissões de CO2.

O consumo de energia nas indústrias comercial, de produção, processamento e geração de energia contribui para as emissões globais de CO2. As indústrias continuam a ser uma importante fonte de CO2 e outros gases de efeito estufa na atmosfera, apesar do declínio das emissões nos últimos dez anos.

5. Existem muitas indústrias de pequena escala

As operações e empresas de manufatura em pequena escala dobraram rapidamente em número nos últimos anos. O principal problema das pequenas empresas é que elas têm poucos recursos, mas querem funcionar. Eles escolhem métodos de produção antiéticos e arriscados para aumentar a produção às custas do cumprimento das leis ambientais.

Empresas e fabricantes de pequena escala freqüentemente fogem das restrições ambientais e emitem uma quantidade significativa de gases nocivos na atmosfera, uma vez que carecem de financiamento suficiente e dependem da assistência do governo para operar suas operações diárias.

Eles normalmente operam ilegalmente, o que incentiva o despejo ilícito. Como resultado, eles descarregam grandes quantidades de produtos químicos perigosos e contaminantes venenosos no meio ambiente.

6. Esgotamento e Degradação de Recursos Naturais

Matérias-primas frescas devem estar disponíveis continuamente para as indústrias fabricarem seus produtos acabados exclusivos. Numerosas matérias-primas, incluindo metais, minerais, plantas e óleos, são consequentemente removidas das profundezas da terra, esgotando os recursos e deteriorando a terra e o abastecimento de água.

Devido ao desmatamento ou à retirada da cobertura vegetal para dar espaço à exploração de matérias-primas industriais, as terras ficam nuas ou danificadas.

A extração de matérias-primas também polui a terra, o ar e a água, seja diretamente por meio dos procedimentos de extração ou indiretamente pela liberação de substâncias químicas nocivas dos materiais no meio ambiente. Por exemplo, pássaros marinhos, peixes, animais e anfíbios morreram em grande número como resultado de derramamentos de óleo durante a produção de petróleo.

7. Uso de tecnologias ultrapassadas

Muitas indústrias continuam a usar métodos de produção antiquados, em vez de adotar métodos mais modernos e ecologicamente corretos. Uma das principais causas da poluição industrial no período moderno é esta.

Muitas empresas ainda usam tecnologias convencionais para criar produtos de alta qualidade; eles fazem isso para evitar despesas e despesas exorbitantes. A utilização de tecnologia ultrapassada só leva à liberação de quantidades significativas de lixo ambientalmente perigoso.

8. Fraca institucionalização das medidas de controle da poluição

Devido a regulamentos antipoluição insuficientes, as atividades de poluição industrial estão além do limite em muitos países, particularmente nos países em desenvolvimento. Como resultado, as empresas continuam poluindo o meio ambiente impunemente, o que tem um impacto negativo na vida e na saúde de muitas pessoas.

Em algumas áreas, a vegetação e a vida selvagem também sofreram danos significativos. Existem situações notáveis, particularmente na América do Norte e na Ásia, onde as indústrias despejam continuamente resíduos perigosos e gases nocivos no meio ambiente.

9. Utilização ineficaz de planejamento de terras industriais

Na maioria dos municípios industriais, a expansão industrial é um problema sério. A maioria dos municípios industriais foi construída sem levar em consideração o planejamento adequado do uso do solo, dificultando o gerenciamento de resíduos e o uso eficaz da energia de produção. Isso levou a um amortecimento ruim e vazamento contínuo de gases perigosos como resultado.

Conclusão

Os países mais afetados pela poluição industrial são os desenvolvidos. E as nações em desenvolvimento não ficam muito atrás em nome do progresso. No entanto, quando regulamentações mais rígidas são implementadas, as nações industrializadas estão terceirizando suas operações de fabricação para nações menos desenvolvidas com regulamentações ambientais mais flexíveis. 

Isso terá um impacto nos já frágeis ecossistemas dessas regiões, prejudicando não só o meio ambiente, mas também a população local. Para um equilíbrio entre o avanço humano e a manutenção da natureza, a produção e o crescimento planejados devem ser mantidos.

Recomendações

Um ambientalista apaixonado de coração. Redator líder de conteúdo na EnvironmentGo.
Eu me esforço para educar o público sobre o meio ambiente e seus problemas.
Sempre foi sobre a natureza, devemos proteger, não destruir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados com *